Vinte e sete Ideias Incríveis Como Divulgar Um Salão De

25 Apr 2019 14:53
Tags

Back to list of posts

<h1>Escrita Criativa &amp; Produ&ccedil;&atilde;o De Conte&uacute;do Para Redes Sociais</h1>

<p>Mais uma vez, o UOL HOST marca presen&ccedil;a nesse respeit&aacute;vel evento que vai encostar as principais tend&ecirc;ncias do marketing digital que est&atilde;o transformando o Brasil e o universo para que os empres&aacute;rios possam aplic&aacute;-las no mercado local. Ao todo, ser&atilde;o 3 palestras focadas em e-commerce, m&iacute;dias sociais e m&iacute;dia online. Al&eacute;m delas, o p&uacute;blico assim como assistir&aacute; Como Utilizar As M&iacute;dias sociais Em prol Da Organiza&ccedil;&atilde;o isso como montar estrat&eacute;gias para driblar a incerteza econ&ocirc;mica e vender mais. Tecnologia, Inova&ccedil;&atilde;o E Modo Digital o Semin&aacute;rio, Rodrigo Camara, CEO da Goobec, fornece a palestra “Google Adwords google. Quais S&atilde;o Redes sociais Mais Usadas Pra Organizar Eventos? /p&gt;
</p>
<p>Muito al&eacute;m de Frases-Chave”. Movimento SP Invis&iacute;vel Quer Gerar Livro De Perfis De Moradores De Avenida entendimento pra que os empres&aacute;rios entendam as funcionalidades do Adwords, ferramenta de an&uacute;ncios do Google. Na sequ&ecirc;ncia, Aline Patini, s&oacute;cia-diretora da Socialtriz Marketing, ministra a palestra “O Poder das M&iacute;dias sociais pela Estrat&eacute;gia de Marketing”. Ap&oacute;s uma pausa para o coffee break, o p&uacute;blico acompanhar&aacute; um debate a respeito de estrat&eacute;gias pra vender mais em tempos de queda. Os debatedores Andr&eacute; Resende, CEO da N&uacute;cleo da Not&iacute;cia; Eduardo Soares, coord. P&oacute;s de M&iacute;dias Digitais do Senac; e Franklin Machado, CEO da Multiv&iacute;deo, ser&atilde;o mediados por Marcelo Salom&atilde;o, CEO da Gigatron. No fim de contas, Diego Dourado, especialista em e-commerce do UOL HOST, encerra o evento com a palestra “Como Possuir uma Loja Virtual de Sucesso”.</p>

<ul>
<li>Esolha cinco longtail palavras-chave que seu p&uacute;blico est&aacute; pesquisando</li>
<li>Voc&ecirc; nunca poder&aacute; acompanhar mais do que 1.000 usu&aacute;rios em 24 horas</li>
<li>Utilizando calls-to-action</li>
<li>Luan citou: 23/07/doze &aacute;s 01:01</li>
<li>Trabalhar com influenciadores no Instagram</li>
<li>Tenha uma infraestrutura preparada e bem planejada</li>
<li>Navegue nos p&uacute;blicos personalizados</li>
</ul>

<p>Nela, Dourado vai explicar todas as etapas da constitui&ccedil;&atilde;o de um e-commerce, desde a escolha do nome at&eacute; o relacionamento p&oacute;s-venda com o comprador. Quem tiver interesse em participar do Semin&aacute;rio pode se inscrever pelo blog oficial do evento. A inscri&ccedil;&atilde;o &eacute; gratuita mediante a entrega de dois quilos de alimento n&atilde;o perec&iacute;vel (entretanto sal e a&ccedil;&uacute;car) que ser&atilde;o doados ao Lar do Vov&ocirc; Albano.</p>

<p>De imediato, eu s&oacute; consigo pagar minhas contas, mas n&atilde;o considero uma renda sensacional porque tenho que pagar faculdade caracter&iacute;stico, plano de sa&uacute;de, mercado, as coisas s&oacute; aumentam de pre&ccedil;o”. A microempreendedora Sonia Soares, 62, foi ao Sebrae pela primeira vez nessa quarta-feira para fechar a corpora&ccedil;&atilde;o de roupas que montou h&aacute; cinco anos. “Nunca tive dinheiro em raz&atilde;o de tinha que comprar manequim, alugar um ambiente. Sozinha n&atilde;o dava. Comecei a comprar roupa no Br&aacute;s e revender, por&eacute;m tamb&eacute;m levei muito calote”.</p>

preview.jpg

<p>Segundo ela, h&aacute; uma problema em conseguir emprego pela idade. Hoje em dia, ela recebe um aux&iacute;lio do bolsa-fam&iacute;lia no valor de oitenta e dois reais. “N&atilde;o &eacute; simples buscar emprego, imediatamente espalhei meu nome em S&atilde;o Paulo inteira e nada”. A microempreendedora ilustrou que n&atilde;o fez um planejamento antes de abrir a empresa.</p>

<p>“Na data, eu s&oacute; pensei ‘vou virar sacoleira'”. De acordo com o gerente do Sebrae, a aus&ecirc;ncia de planejamento aumenta as chances de que o neg&oacute;cio d&ecirc; incorreto. “Porque uma MEI quebra? Pela falta de planejamento. Nossa extenso dica &eacute; que o microempreendedor procure o Sebrae pra aprender a planejar antes de fazer cada coisa. &Eacute; deve compreender seu comprador e saber como resolver a ang&uacute;stia dele”, disse ele.</p>

<p>“&Eacute; &uacute;nico que a pessoa venha no Sebrae antes de p&ocirc;r dinheiro no neg&oacute;cio”. Segundo ele, h&aacute; dois perfis de MEIs no Brasil. “O primeiro &eacute; aquele que olha para o mercado e descobre uma chance de neg&oacute;cio. A outra parcela, que cresceu muito nos &uacute;ltimos anos, &eacute; a de quem empreende por necessidade, que perdeu o emprego e sem demora necessita correr atr&aacute;s”. O segundo grupo de MEIs corre mais risco de se oferecer mal na empreitada. “Em geral, quem empreende por inevitabilidade tem mais emerg&ecirc;ncia e n&atilde;o se organiza financeiramente. A necessidade por dinheiro faz com que a pessoa saia atropelando as etapas, no entanto s&oacute; adia um pouco o caso de que ela vai despencar de um precip&iacute;cio”, considerou Robazza.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License